21 setembro 2013

XIGÔ O CIRKE, E O CATITINHA?






Tava a ver ke não! Já deziem ke na vinhem. Éa ke trapaça. Dum lade os aflites cuma camineta das obras cuns ótifalantes inguais ós dakeles omenzinhes ke vinhem às festas vinder panelas e mêas, do ôntre a Mãozinha cum popó tôde pipi. Despois os Espegádesque já querem hortas na prainha e o Desgrácia do Restórante já deve tar a pensar em ómentar as salas até ó furadinhe. A camineta destes, ôtra trapaça. Kem na vi em lade ninhum foi o Tónhe Batutêre mas desserem-me c'andava com akuase duas pessoas. Tá safe.
P'ácabar in beleza vê o melhor. Xigô o Cirke Mariane. Um cirke impertante ke só cá vem de 4 in 4 anes. Têm um grupe impertante de palháces, demadores com xicótes, um berrinhe e urses com fartura. Um xpetácle. Mas kem na viu os balões dos palháces? Só têm uma coiza munte má: o xpetácle é munte cáre e é sempre ingual, quande cá vem. São sempre os mêmes. Dizem ke são tôdes rikes e ke já na tão pa se xatiar com numares nóves. Même assim conseguem sempre fazer caza xêa. Esti ane com esta crize e tude são capazes de ficar akuaze bazis. Mas há sempre kem na se canse de ver sempre o même numare e despois há os ke têm Ózaima, e pra ests é sempre tude nôve.
Só kem faltô foi o Catitinha ke vinha sempre à frente dos balões pa dar uns bejinhes e contar uma xtória. Se calhar merreu! Inda êde saber isse.
Agora na se xkecem entre pó cirke e despois diguem mal. Se na gostem na comem. Né?
Mas tô apekentade cu Catitinha. Na m'acradite ke tanha merride. Cá pra mim ele tá mas é a limber os restes das panelas preke parece ke tá pa ser inxetade, ó dôs kêra, ke nem ó arrebáte do azile o kria.
Vá. Dêxem-se tar páí k'eu agora tanhe de ir arranjar um fegão a caza duma meçinha ke kenheci no Cêssebuke. Coitadinha, tem o homem imigrade e se na for um ómem a arrebecar o fegão, a limpar os bikes e a montar a betija fikem cu fegão avariade e cus tubes intepides.
Órrexadas po célebre é k'este pôve do Cirke peciza. Na perdoem. Mandem esse pôve imóra pa 70. 
De demingue já na passem.
E se virem o Catitinha apanhem as pedras ke cairem e carreguem ótra vez.

Sem comentários:

Enviar um comentário