30 junho 2013

NEVELA BRAZILÊRA FILMADA NA PRAIA

 
 

 Atão seus azíles? Ind'aí andem? Inda na forem pó Canadá, c'mó ôtre? Tá tude rike atão?
 
  Vim aki ó mê brelóke infermative preke despois de ter atrakade ó pé de Macêó pa ir bescar um carrêgue de madêras das Amazónias pá Inglaterra atão não é k'apanhê uma nevela nova brazilêra e ke tá a ser gravada na Praia. Sim na Praia! Na nossa terra impertante! AH, na sabiem? Mas o ké ke vocês sabem seu caras sem timpêre? Pa na dezerem ké mintira gravê um cadinhe da nevela pa vocês verem ké com gente da Praia e tude.
Na kriam má nada? Só se pensem ké só o Tonhe do Restórante e o Beléu ke sabem fazer tiátres. Tiátre e do bom é nestra nevela. Mas kuais pescadores e remanes? Kremes é remances, cordelhices e xigadélas.
   Esta nevela xe ké uma coiza impertante. Um grande remance ke faz todá gente ficar inkemedade e com vontade d'órinar. Xke ke se xama Metade da Laranja. Xké melhor cá Graviela, xê d'inxentes, inlês e d'alborkes. Eu só vi um cadinhe e parece do melhor.
 
Tomem lá um cadinhe da nevela ´´ade xtriar, koké dia, aí nessa terra impertante linda k'mó sol. Akuande acabar de descarregar esta leva tamém vôn páí.
 
Dexem-se ficar.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário