14 fevereiro 2011

MARXA ALBORKES 2011

Estí' ane o Alborkes tamém ker intrar no xpirit de Carnaval assim a ikipa predeziu a marxa mais izenta do âne, sim preké vão havê mais.

A MAIS IZENTA

Ai Jazus senhor
O Carnaval tá a xigar
Com tantes xes no móte
Té tanhe vontade de mejar

Ai mas k'alborkes
Eu veje nesta pevuação
Tude a dermir k´mós pórkes
Até os d'ópezição

Tanhe bandêras da 'xkerda
Tamém tanhe da dirêta
Vóte sempre nos ke ganhem
Ande sempre satesfêta

Na têmes urgenças
Nem têmes hospital
Tamém já na são precises
Senão p'áltura do Natal

Têmes um Rê aldrabão
Ke só inventa tod'ó dia
Gostam os de Famalicão
Até os da Confraria

O melhó prejéte
Tá reservade pa Fanhais
Tá ki tá fête
Uma urbana a pedais

refrão

Tá tude pague
Kem vié ke féx' a porta
Se na xconderem o sáke
Até temes de vender a horta

Tá tude tonte
Ma na tenham delas pena
Ke já tão inkemendadas
Umas palas d'Alkanena


A letra já tá agora kem kizé ke faça a múzeca...




Sem comentários:

Enviar um comentário